Uma nova fachada, uma nova história

Em 2010, ano que fizemos o documentário, o medo que assombrava a população do Conjunto Santos Dumont, que acreditava-se ser mais de 5 mil pessoas, era a possível demolição dos prédios, já que se encontravam em péssimo estado.

Não sabíamos de fato se isso poderia acontecer, perguntamos para o Gabriel Kogan, neto do arquiteto Aron Kogan que projetou o conjunto, e ele nos informou que seria impossível demolir apenas 1 dos três prédios e seria muito caro demolir os três prédios, já que os custos seriam para demolir de fato e deixar o terreno pronto para uma nova construção e também comprar todos os apartamentos do conjunto.

Gabriel lembrou também, que existia uma ligação subterrânea entre os três prédios o que fazia do conjunto uma única estrutura, então, mexer em 1 prédio poderia danificar os outros dois.

Esse medo dos moradores era alimentado, principalmente, pelo prédio Demoiselle, que em 2010 estava muito comprometido por dentro e era visível, por fora, que a falta de manutenção e finalização da fachada davam margens para a preocupação.

Foto tirada em 2010:

FrenteDemoiselle2010

Não sabemos ao certo o que aconteceu com a administração do prédio. Estamos em 2014 e 4 anos se passaram desde então, e o que vemos é uma visão muito gratificante para nós, que passamos 1 ano ouvindo as histórias de esperança de não perderem os lares, e para os próprios moradores que estão vendo as obras acontecerem, renovando assim a mesma esperança, só que agora, por um futuro melhor, com moradia digna e felicidade por todos os lados.

A Rua Paim sofreu nesses últimos 4 anos, uma revitalização imobiliária, quase todos os cortiços que existiam foram demolidos, dando espaço para mais de 5 prédios. Talvez essa demanda por uma rua mais bonita e segura, tenha sido o motivo que faltava para que o Conjunto como um todo fosse valorizado, por sua história, e também, por abrigar famílias que viveram toda uma vida neste lugar.

Ficamos felizes em ver que o medo passou e que a vida agora é nova, assim como a fachada do Deimoselle:

FrenteDemoiselle2014

 

Publicado em Acompanhe!, Cinthia Almeida | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

O grande dia! – 13/12/2010 – Cinthia Almeida

Dia 13 de dezembro de 2010, para muitos essa data foi apenas mais um dia que se passou. Para nós (Cinthia, Fernanda e Tiago) foi “O Dia” e por incrível que pareça, acredito que o mais tranquilo de todos os que passamos nos 4 anos de faculdade.

Eu fui a última a chegar, lembro-me que naquela segunda-feira choveu tudo que tinha para chover no mês inteiro…rsrs…De 50 pessoas que iriam nos ver, apenas umas 15 apareceram, mas não ficamos chateados, valeu a intenção de todos que queriam ir e principalmente, foi especial a presença de quem foi.

Da minha parte, foram minhas grandes amigas Luciana e Leticia, minha afilhada Sthephany, a Carol que nos ajudou com o designer do logo tipo do documentário e é claro, a minha mãe. Para prestigiar o Tiago foi o amigo dele e a Fernanda levou a mãe e uma amiga de infância. Todos muito alegres e descontraídos, inclusive nós três.

Nossa apresentação foi a última e estava marcada para ser às 22h. Como toda cerimônia, atrasou um pouco, mas enquanto esperávamos brincamos e falamos dos bastidores das gravações…rsrs…As risadas serviram para quebrar a tensão por detrás do sorriso.

Enfim chegou o momento da apresentação, nossa expectativa era grande, não pela nota ou coisa assim, mas para ver a reação das pessoas que iriam assistir. Nossos pensamentos eram: Será que vão gostar? Será que conseguimos passar uma mensagem legal? As respostas chegaram de forma rápida, todos estavam rindo com os personagens e fazendo comentários baixinhos no escuro do auditório. Pronto!!! Ufa!!! Missão cumprida!!!

Agora era esperar os comentários técnicos e acadêmicos de nossos professores, Sérgio Santos e Ana Vasconcelos, e o convidado, Vicent Filho (nossa banca). Eram três feras nos avaliando, vendo cada detalhe do relatório escrito e do vídeo apresentado. Esperamos de forma tranquila e ouvimos até o fim. Poucas mudanças precisariam ser feitas na parte técnica e no conteúdo…Meu Deus…eles simplesmente amaram, se emocionaram e se sentiram tocados pelas histórias.

Ficamos tão felizes com o resultado e o mais legal, mesmo tendo sido bem no final do documentário, recebemos a presença da família Queiróz (Renata, Ian e Júlia) que chegaram a tempo de ouvir, da professora Ana, os elogios pelos trabalhos sociais feitos pela escola de samba Vai-Vai e pelo Abrace Seu Bairro.

Todos os presentes se surpreenderam pela pureza das pessoas que falaram de forma breve sobre suas vidas e as boas almas que olham pela comunidade Santos Dumont, pois é assim que eles se consideram, muito mais que moradores de um conjunto, são membros de uma comunidade que se ajuda e quer sim, mostrar que apesar de toda a negatividade do lugar, o Conjunto Santos Dumont abriga lares de pessoas do bem, que sonham como todo mudo e o mesmo sonho: SER FELIZ!

Bom…essa foi a nossa, tão esperada, noite do TCC…rsrs…Ah!!! Já ia esquecendo… Nos formamos com louvor e a nota? 10 …rsrs

Galera, é isso ai! Volto para falar como foi a nossa volta ao conjunto depois de formados, afinal, promessa é dívida e todos que participaram vão receber a cópia em DVD do documentário! Abraços para todos!!!!

Por Cinthia Almeida

Publicado em Acompanhe!, Cinthia Almeida | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Queremos dividir – 13/12/2010

Publicado em Acompanhe!, Cinthia Almeida | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário

Momentos finais – de 15/10 a 07/12 – Cinthia Almeida

Pensamos que, durante todo o processo de criação de um documentário, a parte mais complicada seria a gravação. Estávamos redondamente enganados..rs =)

Editar mais de 20 horas não é uma missão simples por conta de vários aspectos, mas o principal deles é: cortar coisas que gravamos com tanto carinho. Cada cena, cada frase e cada momento. Tudo para nós seria essencial para entrar no projeto que, toda vez que o editor dizia: “Corta isso e aquilo.”, dava um aperto em nossos corações.

Conviver, nesses últimos meses, com o editor e no ambiente de um estúdio de edição de TV foi muito divertido. A química do grupo foi perfeita com o Toni, nosso editor. As ideias, com relação à montagem, casaram perfeitamente.

O processo se resumiu em: selecionar as cenas, a trilha sonora, a sequência de cada quadro, os efeitos e por fim a legenda. Cansativo, né? Demais…É a fase mais rápida, porém, a que exige mais concentração e agilidade, uma frase ou uma imagem colocada de forma errada, poderia mandar todo trabalho para espaço.

Ver o documentário prontinho foi emocionante, afinal, colocamos 1 ano de trabalho em um vídeo, que para nós, ultrapassa a linha acadêmica. O documentário foi muito além de um TCC, o Conjunto Santos Dumont – O Lado A da História será um registro de uma comunidade que merece ter suas conquistas, sonhos e glórias mostrados.

Nesse meio tempo, fizemos também outras coisas, como: a capa dos DVDs, o relatório final e o convite para a nossa banca, defesa do nosso trabalho perante a faculdade. Esperar pelo o dia 13/12 está sendo o nosso momento agora. Estamos vivendo uma mistura de ansiedade, felicidade, empolgação e tensão. A adrenalina já foi a mil faz tempo…rsrsrs

Galera, é isso ai! Queremos agradecer a todos que participaram dessa realização e vou voltar com último post descrevendo como foi a nossa banca, ok??

Abraços para todos!!!!

Valeu!!! =D

Cinthia Almeida

Publicado em Acompanhe!, Cinthia Almeida | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Carregando…99%

Olá, pessoal, tudo bem?

Após o útimo relato no blog, nosso TCC fluiu de vento em popa. Conseguimos muitos personagens:

– Moradores do Demoiselle: a mineira Emília e sua amiga, dona Tereza, duas pessoas divertidíssimas; a DJ super alto astral, Ana Márcia, que sonha em ser a melhor DJ do mundo. Seu nome artístico? DJett Audy Cabaret… e por fim, o lutador de Muay Thai, André Grilo, que é um dos fiéis fregueses da barbearia que fica na galeria do prédio, cujo dono é, o também mineiro, Ronaldo.

– Moradores do Caravelle: Ronaldo é barbeiro do Demoiselle há 22 anos e com a esposa Regiane, manicure da barbearia, trabalham do no prédio, mas moram no Caravelle. A gaúcha Glatina Ritter, que nos recebeu de braços abertos, contou seus 57 anos de São Paulo, que renderam um  baú com muitas histórias, e nos fez rir com as teimosias de Sofie, sua cachorrinha. Andado pelo Conjunto, encontramos Agnaldo, mais conhecido como Chocolate, que ao nos ver conversando com André, sobre o documentário, achou interessante a ideia e quis participar com seu depoimento.

Além disso, filmamos uma partida do time, formado por rapazes moradores dos três prédios: 14 Bis, Caravelle e Demoiselle, o Bela Vista Futebol Clube, acompanhados pelo zelador do Caravelle, Jeová. Assistimos a aula de ballet da jovem Maria Clara, moradora do 14 Bis, que é um dos projetos sociais da escola de samba Vai-Vai. Conversamos com a coordenadora do Abrace Seu Bairro, principal projeto social do bairro da Bela Vista, Cássia Gellerth, que nos recebeu com muito carinho e atenção e nos deu um panorama da importância de se fazer algo pelo próximo, sem esperar retorno. Fomos num ensaio e numa apresentação do Coral Info juvenil da Comunidade Santa Terezinha e São Francisco, que é formado por crianças, adolescentes  jovens moradores da rua Paim e do Conjunto.

O resultado de tudo isso? Nosso projeto de TCC está saindo melhor que o esperado. Ganhou mais dinâmica. Movimento. Vida. Se você está acostumado a documentários enfadonhos, morosos, chatos, prepare-se. Conjunto Santos Dumont – O Lado A da História, vai te surpreender positivamente.

Bom, neste momento já estamos editando as mais de 20 horas de gravação. Tem muita coisa boa. Infelizmente, nem tudo será aproveitado, mas com certeza o resultado será excelente. No dia 13 de dezembro, apresentaremos o documentário à banca que julgará a qualidade do nosso trabalho. Estamos confiantes, porém, apreensivos, afinal, esse é apenas o início de nossas carreiras como jornalistas. Boa sorte e felicidade a todos que nos acompanharam e ajudaram! Valeu, Conjunto Santos Dumont!!!

Publicado em Acompanhe!, Tiago Araújo | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Em busca de novas histórias

No sábado, 07 de Agosto, Fernanda e eu fomos até a sede do projeto Abrace seu Bairro, que fica na Rua Peixoto Gomide. O projeto pertence ao Hospital Sírio-Libanês e presta auxílio às comunidades da região. Fomos até lá com a intenção de encontrar Cássia, coordenadora do projeto, que nos foi apresentada no mutirão da Cidadania e se mostrou disposta a colaborar com o documentário. No entanto, Cássia não estava no local. Lá, fomos informados de que deveríamos entrar em contato com a assessoria de imprensa do hospital, caso quiséssemos gravar alguma ação da entidade. Pois bem, saímos de lá apenas com o telefone dos assessores.

Por volta das 15h seguimos até o Caravelle para tentar encontrar o zelador do prédio, Jeová, que faz parte do Bela Vista Futebol Clube. Tivemos uma tentativa frustrada, porém, mais tarde o encontramos e marcamos de ligar na próxima semana e definir uma data em que acompanharemos o time. Em seguida, fui sozinho ao Demoiselle tentar encontrar Emília, personagem que foi filmada por Júlia no vídeo da pré-banca.

Pela primeira vez estive no local (Demoiselle) sem nenhuma companhia. Na entrada, perguntei ao porteiro se ele sabia se Emília estava em sua quitinete, porém ele não soube me informar. Eu não conhecia com exatidão o número da quitinete de Emília. Então, fui na cara-dura bater na porta ao lado da quitinete de Vanda, que haviam me informado, morava ao lado dela. Subi pelo elevador sem companhia alguma. Desci no 10° andar, e fui subindo até o 12°, ouvindo o som de um grupo de forró, tocado num volume bastante alto em um dos apês que fica naquele andar. No corredor não havia uma pessoa para me orientar onde ficava o lar de Emília. Então encontrei o apê de Vanda e bati na porta ao lado. Bati timidamente e não obtive resposta. Para não ‘perder viagem’, bati na outra porta que fica mais a frente, para ao menos, ter certeza de que a outra porta era mesmo a que eu buscava. Novamente, ninguém atendeu.

Frustrado, entrei no elevador para ir embora. Ao descer dois andares, três crianças entraram no elevador trajando uniformes completos de futebol. Perguntei onde eles estavam indo jogar e fui informado (não conheço e não lembro o nome que eles citaram). Depois perguntei se conheciam Emília. Um deles conhecia, e me explicou que a quitinete que eu buscava ficava em frente a um registro de água (justamente a porta que eu havia batido pela segunda vez). Agradeci aos garotos pela ajuda e subi ao 12° andar novamente.

Dessa vez fui mais confiante. Bati na porta uma vez, e novamente não veio nenhum sinal de dentro como resposta. Fiquei parado analisando o local. Havia infiltrações na parede que divide os corredores. O som do forró continuava alto. Olhei para meu tênis All Star e vi que estava furado na sola. Liguei o furo do tênis à minha investida, que até então, estava sendo uma furada.

Resolvi tentar pela última vez. Bati na porta, e dessa vez, uma garota (de uns 20 aproximadamente) atendeu. Perguntei se aquele era o lar da Emília. Ela respondeu afirmativamente, disse que se chama Jéssica, e é filha de Emília, que não estava em casa. Me desculpei por ter ido sem avisar e expliquei à ela sobre o TCC e que gostaria de falar com sua mãe. Jéssica, então, me passou o número do telefone de sua mãe. Agradeci pela colaboração e fui embora feliz pelo fato da minha investida ter obtido ao menos um pequeno êxito, o contato de Emília.

Mais tarde, lá pelas 18h, nos dirigimos até a Comunidade Santa Terezinha e São Francisco, onde estava sendo realizado a missa de dia dos Pais. Ao final da cerimônia, agora com a presença de Cinthia, apresentamos o projeto do documentário ao público presente, que foi convidado a nos procurar caso queira participar das filmagens. Essa ação serviu para captarmos vários contatos que poderão se tornar personagens.

Bom, agora é hora de ir a luta e marcar mais filmagens. Até lá!

Publicado em Acompanhe!, Tiago Araújo | Marcado com , , , | 1 Comentário

Roteiro – 13º Encontro (31/07) – Cinthia Almeida

Estamos numa etapa muito feliz do documentário. Temos muitas imagens captadas, vários personagens e muitas ideias na cabeça. Para saber se estamos muito adiantados ou muito atrasados, foi preciso montar o roteiro, que agora, já é mais visível para o grupo, antes ele estava distante de ganhar forma.

Resolvemos então tirar o sábado para assistir ao documentário que a Marisa Monte fez para contar sua turnê dos CDs Universo ao meu redor e Infinito particular, intitulado Universo particular. O trabalho feito na montagem do documentário é muito parecido com a linha que queremos seguir para a construção no nosso.

Depois de assistirmos aos detalhes e técnicas usados, começamos e desenhar o nosso roteiro, que nada mais é do que uma “receita de bolo”. O roteiro vai determinar quais cenas entrarão no documentário, o tempo de cada imagem, trilha sonora, efeitos especiais, narração da história, sequência de tomadas e muitos outros detalhes que precisam ser pensados e repensados a cada novo material adquirido.

Conversamos bastante sobre o que queremos passar para o público, qual é a sensação que vamos deixar em cada pessoa, a forma de deixar a história mais fiel possível. Pensamos em como dar ritmo musical e poético para a narração, como as informações em textos serão dispostas ao longo do documentário.

Parece ser um processo trabalhoso, né? Mas por incrível que pareça, e uma dos momentos mais emocionantes para o grupo, porque começamos a visualizar o nosso trabalho, o corpo arrepia a cada cena pensada, o coração bate mais forte quando pensamos nas músicas e os olhos enchem de lágrimas quando vêm às histórias vem à tona em nossas memórias.

Conseguimos fazer o roteiro e já enviamos para o nosso orientador, pelo que vimos que ficou muito bacana. Assim que tivemos um retorno eu posto aqui para vocês ficarem por dentro do que é um roteiro e verão a importância que ele tem na construção de um projeto áudio visual.

Bom, galera… Volto logo mais com as informações atualizadas, beleza?

Valeu!!! =D

Por Cinthia Almeida

Publicado em Acompanhe!, Cinthia Almeida | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário